» BLOG
Tamanho Texto  
29/01/2018
IMPORTÂNCIA DA SELEÇÃO ESTRATÉGICA DE PESSOAS

Nos últimos anos, as empresas precisaram se reinventar devido à concorrência interna e externa. Os colaboradores são responsáveis por colocar as estratégias em pratica e por isso a gestão de pessoas passou a ser cada vez mais desafiada. Saber atrair, engajar e reter talentos se tornou uma vantagem competitiva. A missão de disseminar a cultura organizacional por toda a empresa se inicia no processo seletivo de uma empresa.

Empregar pessoas erradas custa a organização muito dinheiro. Surgem problemas na produção e no atendimento, o que gera hostilidade por parte dos clientes e produz conflitos interpessoais, que acabam por aumentar o turnover e criar outras complicações. Uma alta porcentagem de turnover na empresa representa contratações erradas que, por sua vez, trazem desgastes mentais, emocionais e profissionais.

Por esse motivo, o recrutamento e seleção vai muito além de preencher as vagas disponíveis em uma organização. O R&S deve visar a captação e o aumento do capital intelectual da empresa para alcançar suas estratégias. O antigo modelo de recrutamento adotado, baseado apenas na descrição do cargo está ultrapassado. Antes, o R&S estava voltado para o processo, hoje está voltado para o resultado. Isso significa que é preciso inovar as técnicas de seleção para que o recrutador encontre um candidato que tenha não somente as competências necessárias do cargo, como também, um candidato que se engaje na filosofia da empresa e apresente os mesmos valores da organização. Trata-se de uma customização do R&S em que traz uma aproximação do valor estratégico com as pessoas.

Contratar talentos é fundamental para uma empresa que deseja crescer, ao passo que contratar pessoas incapazes de preencher os requisitos exigidos para o cargo pode trazer muitos prejuízos (tanto financeiros como organizacionais), pois, segundo Pritchard em Robbins (1998) “A melhor coisa que podemos fazer para nossos concorrentes é contratar ineficientemente” (pág. 347).

 O R&S estratégico vai além da premissa de colocar a pessoa certa no lugar certo. Trata-se de buscar conhecer as competências críticas e valores estratégicos do negócio e buscar talentos alinhados visando o crescimento da organização. Para isso é preciso que esteja claro quais são as competências críticas ou essenciais do negócio.

 

A vantagem da análise estratégica e planejamento do R&S é a maior capacidade de conectar pessoas com indicadores, métricas e resultados organizacionais. Por isso, os gestores de RH devem buscar recursos, ferramentas, parceiros de negócio que viabilizem que o processo seletivo esteja alinhado com seu plano estratégico.

Fonte: Consultoria DSS - Planejamento Estratégico e Gestão de Pessoas.  

 
 

- HOME
- EMPRESA
- SERVIÇOS
- CLIENTES
- BLOG
- VAGAS
- CANDIDATOS
- CONTATO

 
Rua do Seminário, 90 - Bairro: Mandacaru - CEP: 87080-260 - Maringá / PR - Telefone: 44 3034-6608
© Copyright 2018 - Principiu's RH - Empresa de Recrutamento e Seleção | Desenvolvido por Digimax Brasil